• Home
  • /
  • Sobre
  • /
  • Blogs Parceiros
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Contato
  • O Silêncio dos Livros, Fausto Luciano Panicacci - Leitura Coletiva




    Olá, amigos leitores! Tudo bem com vocês?

    Venho convidar vocês para uma leitura coletiva de um livro muito interessante: O Silêncio do Livros. Descobri o autor, Fausto Luciano Panicacci, e a obra pela internet e confesso que a premissa me chamou bastante atenção. Quando surgiu a possibilidade de participar da leitura coletiva eu não hesitei e para a minha alegria, fui selecionada. Primeiro vamos conhecer um pouco da obra e depois eu vou explicar como funciona. 

    Sinopse: Numa época em que os livros são proibidos, o misterioso Santiago Pena acaba de chegar a Portugal, onde conhecerá Alice, menina desprezada pelos pais. O encontro de um antigo caderno trará questões intrigantes. Que relação haveria entre um jovem acusado de crime que alega não ter cometido, suntuosos projetos arquitetônicos e a descoberta de uma biblioteca abandonada? Por qual razão alguém usaria o lema festina lente (“apressa-te lentamente”)? E por que o estrangeiro Santiago parece despertar nos familiares de Alice perigosos anseios? Suspense e aventura misturam-se a profundas reflexões sobre os paradoxos da condição humana nesta arrebatadora história que trata de amizade, loucura, amor e perda da inocência. À medida que se alterna entre a perspectiva de um homem reservado e a de uma garota curiosa, a narrativa surpreende pela multiplicidade de significados. Dialogando com clássicos da Literatura universal, O Silêncio dos Livros indaga qual seria o destino de uma sociedade que, fascinada pelos avanços tecnológicos, abolisse os livros. E lança um desafio aos que teimam em proclamar, sombriamente, a morte de um dos maiores símbolos da Civilização.

    O livro está disponível para compra em todas as livrarias físicas e virtuais do Brasil e a nova edição estará disponível para download gratuito na Amazon nos dias 03 e 04 de fevereiro

     E este será o cronograma da leitura: 

    Semana 1: de 03/02 a 09/02 – Leitura até a página 94
    Semana 2: de 10/02 a 16/02 – Leitura até a página 186
    Semana 3: de 17/09 a 20/02 – Leitura até a página 255

    E não termina ai! Sortearemos um exemplar do livro durante a Leitura Coletiva para os nossos leitores. Logo, logo saem as regras e a chamada do sorteio. Fiquem ligados! Enquanto isso, conheçam um pouco mais do autor, Fausto Luciano Panicacci: 



    Fausto Luciano Panicacci é escritor com estudos em Fotografia, História do Cinema e História da Arte. Autor de O silêncio dos livros (romance), Naufrágios (coletânea de contos e poemas) e de obra jurídica. Integra os grupos literários O que restou e Library. Doutor em Ciências Jurídicas pela Universidade do Minho (Portugal). Formado em Direito pelo Largo São Francisco (USP). Promotor de Justiça. Foi professor de pós-graduação no GVLaw da FGV/SP.
    Site do autor: https://faustopanicacci.com.br/
               

    Revista Continente lança podcast



    Estreia de Trópicos marca os 20 anos da publicação da Companhia Editora de Pernambuco

    A Revista Continente, editada pela Cepe, lança seu podcast Trópicos, nesta quarta-feira, 29 de janeiro. O programa, que será quinzenal, faz parte da celebração dos 20 anos da publicação, completados este mês. “A ideia é que a programação traga formatos diversos, com comentários, debates, entrevistas, histórias... Queremos experimentar de tudo”, diz a editora-assistente da Revista, Mariana Oliveira. “O podcast é mais uma ferramenta para oferecer conteúdo de qualidade, com a mesma linha editorial da revista”, completa a editora da Continente on-line e das redes sociais Olívia Mindêlo.

    Os programas terão em média 40 minutos e estarão disponíveis através das principais plataformas de streaming de áudio - Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google Podcasts, Castbox, Breaker, Pocket casts, Radio public e Stitcher. O Trópicos piloto discute o jornalismo cultural e a trajetória da própria revista nesses 20 anos, com toda a equipe de conteúdo: além de Mariana e Olívia, participam a editora Adriana Dória, e as repórteres especiais Luciana Veras e Débora Nascimento.  

    Há ainda depoimentos de jornalistas, artistas e formadores de opinião locais, como o cineasta Lírio Ferreira, o músico e jornalista Marco Polo, a jornalista Michelle Assumpção, e o produtor Roger de Renor que estiveram presentes na festa de lançamento do livro 30 entrevistas da Revista Continente, em novembro do ano passado. 

    A segunda edição de Trópicos sairá extraordinariamente no dia 5 de fevereiro por causa do Oscar. A proposta é comentar os filmes indicados e analisar o que significa a indicação do longa brasileiro Democracia em Vertigem à categoria de Melhor Documentário. “Comentamos também a própria relevância das discussões em torno do Oscar, que mexe com a cultura pop, é um catalisador de mercado”, revela Luciana Veras, que comanda esta edição ao lado de Débora Nascimento. “Também falaremos da ausência de Bacurau (Kléber Mendonça Filho e Juliano Dornelles) na disputa”, complementa Luciana. 

    Chamamento ao povo brasileiro, Carlos Marighella


    Chamamento ao povo brasileiro
    Carlos Marighella
    Organização de Vladimir Safatle
    Coleção Explosante
    Ubu Editora


    Reunião de ensaios, cartas, manifesto e poemas de Carlos Marighella, incluindo textos que só circularam clandestinamente, com nova edição após muitos anos fora de catálogo. Militante comunista desde a juventude, deputado federal constituinte e, depois de romper com o PCB, fundador do maior grupo armado de oposição à ditadura militar – a Ação Libertadora Nacional, Marighella já foi considerado o "inimigo número um" do regime. 

    A ALN chegou a participar de assaltos a bancos, carros-fortes e trem-pagador, e do famoso sequestro do embaixador americano Charles Elbrick, ainda que seu líder não soubesse da operação. Seus métodos fizeram com que Marighella se tornasse uma das figuras mais controversas da história do Brasil.

    O volume inclui o livro integral Por que resisti à prisão (1965); textos de análise política do país e a ruptura com o PCB; e escritos sobre a luta armada, incluindo Frente a frente com a polícia e Cartas de HavanaAlguns dos poemas e sátiras de Marighella podem ser lidos ao longo do livro.

    Veja também o filme




    Alvo de muitas controvérsias e esperado desde o ano passado, finalmente foi anunciada a data de estreia para o filme Marighella, dirigido pelo ator Wagner Moura. Inspirado na biografia escrita pelo jornalista Mário Magalhães e lançada em 2012, o filme aborda os últimos 5 anos de vida de Carlos Marighella, escritor, político e guerrilheiro, de 1964 até sua violenta morte em uma emboscada, em 1969. O filme foi apresentado em Berlim, em fevereiro do ano passado, além de ter sido exibido em festivais menores, como em Goa, na Índia, e Bari, na Itália.

    A data estabelecida inicialmente para o lançamento era 20 de novembro. Dois meses antes, no entanto, a produtora O2 Filmes cancelou a estreia no Brasil alegando que “não conseguiram cumprir a tempo trâmites exigidos pela Ancine [Agência Nacional do Cinema]”.“Os produtores haviam escolhido o mês de novembro, que marca os 50 anos de morte de Carlos Marighella, e o dia 20, da Consciência Negra, para a estreia. No entanto, a O2 Filmes não conseguiu cumprir a tempo todos os trâmites exigidos pela Ancine”, diz comunicado da empresa.

    Entre os integrantes do elenco, estão o cantor Seu Jorge, interpretando Carlos Marighella, e os atores Bruno Gagliasso, Humberto Carrão e a atriz Adriana Esteves. Confira o trailer: 


    Desafio Literário 2020 - Café com Gláucia e Conversa de Livro



    Olá, amigos leitores! Tudo bem com vocês, espero que sim. Já começamos a tirar as teias de aranha lá no instagram e iremos fazer o mesmo aqui no blog.  O Conversa de Livro, em parceria com o Café com Gláucia, lança o Desafio Literário 2020 e convida todos os seguidores/leitores a participarem junto conosco.

    Um desafio literário é uma forma de incentivar a leitura, de modo geral, e também um motivo para lermos títulos que não leríamos normalmente.

    Então, estamos propondo um tema ou autoria por mês para ser lido e compartilhado conosco. Sugerimos que escolham com antecedência os títulos que vocês pretendem ler e que se encaixem nos temas ou autores definidos para que consigam cumprir as metas de leitura ao longo do ano. 

    Ao final de cada leitura, os participantes devem postar uma foto do livro e um breve comentário sobre ele no Facebook ou Instagram, sempre marcando os perfis @cafecomglaucia e @conversadelivro e a hastag #desafioliterario2020 

    Então, mãos à obra e façam suas escolhas!
    Esperamos que 2020 seja repleto de boas leituras!
    Qualquer dúvida ou sugestão, é só enviar mensagem pelas nossas redes ou deixar um comentário neste post. Abaixo eu conto para vocês um pouco das minhas escolhas para este desafio.

    Janeiro:  Nua e Outros Poemas, Dayane Tosta
    Fevereiro: 18 crônicas e mais algumas, Maria Rita Kehl
    Março: O sol também é uma estrela,Nicola Yoon
    Abril: Poesias nunca publicadas, de Caio Fernando Abreu
    Maio: Bruxa Akata, de Nnedi Okorafor
    Junho: Amiga de Juventude, Alice Munro
    Julho: Intrusos, Adrian Tomine
    Agosto: Madrugada de Farpas, Paulo Venturelli
    Setembro: Despertar, Octavia Butler.
    Outubro: Palmares de Zumbi, Leonardo Chalub
    Novembro: Se a rua Beale falasse
    Dezembro: Um sopro de vida, Clarice Lispector.

    E você, conhece algum livro desses que irei ler? Está participando de algum outro desafio literário? Conta pra mim nos  comentários! Beijos e Boas Leituras!